O estudo “Impacto do Outubro Rosa na Adesão ao Rastreamento Mamográfio em um Centro de Referência em Oncologia” foi um dos artigos publicados recentemente na Revista Mastology, publicação da Sociedade Brasileira de Mastologia. O trabalho foi realizado pelos acadêmicos de Medicina do Centro Universitário FAG ( Cascavel-PR ), Poliana Ruhmke Vazzoller, Yuri Costa Farago Fernandes e Bruna Aparecida Gotardo, em parceria com o médico radiologista, Jocelito Ruhnke, responsável técnico pelo serviço de mamografia do CEONC, e o médico mastologista e coordenador do Internato em Ginecologia e Obstetrícia do curso de Medicina da FAG, Douglas Soltau Gomes.

A motivação do estudo foi avaliar de maneira científica se as campanhas de conscientização para o diagnóstico precoce do câncer de mama tem um resultado efetivo e mensurável. A análise foi feita em relação à procura para realização de mamografia em um serviço de referência em oncologia nos anos de 2014, 2015 e 2016 durante a campanha Outubro Rosa.  “Observamos que houve aumento significativo no total de exames realizados nos meses de outubro em comparação com os outros meses. Isso ocorreu, possivelmente, pelo efeito das campanhas de conscientização populacional sobre o rastreamento do câncer de mama. Ainda que os resultados não possam ser ligados diretamente ao Outubro Rosa – o que poderia ser feito, por exemplo, por meio da aplicação de questionários sobre a motivação para aderir ao rastreamento -, é difícil imaginar outros fatores que levem a uma consistente elevação no número de mamografias nos meses de outubro ao longo de três anos consecutivos. Dessa maneira, o presente estudo é uma forma indireta de afirmar o impacto positivo do Outubro Rosa na procura pelo rastreamento”, conta o mastologista Dr. Douglas Soltau Gomes.

Os autores não encontraram artigos na literatura nacional indexada dos últimos cinco anos que descrevessem o impacto de campanhas midiáticas na procura pelo rastreamento mamográfico, “por isso a importância desta publicação”, define Douglas.

O trabalho completo pode ser conferido no link.

Fonte: https://www.fag.edu.br/noticia/14203

DEIXE UM COMENTÁRIO